segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Aproveitar as sobras para que não sobre mês

Olá e boa semana a todos!
Quem disse que o peixe tem de ser cozido, grelhado ou assado no forno? Há tantas maneiras de o comer, mas por preguiça ou desconhecimento vamos evitando a todo o custo.
Quando me sobraram umas postas de pescada cozida a minha ideia foi direitinha para um soufflé, mas como não sabia a que horas o meu marido chegava tive que mudar de planos. Além disso também tinha batatas cozidas para aproveitar.
Então, o meu filho mais velho falou-me num gratinado de pescada que a avó paterna lhe faz quando ele lá vai aos fins de semana, pareceu-me uma boa ideia.
Pensava que ia demorar algum tempo mas acabou por ser relativamente rápido. É verdade que tive a ajuda da Bimby para fazer o Béchamel, mas poderia ter usado de pacote.
Fiquei satisfeita com o resultado, ainda sobrou para o almoço do dia seguinte. Da próxima vez vou fazer uns ajustes: mais molho Béchamel e menos batatas.
Espero que gostem desta sugestão, é ótima para aproveitamentos, come-se peixe e legumes e rende muitas porções.
 



Ingredientes:
3 postas de pescada cozida limpas de espinhas e peles
1 cebola
1 alho francês
2 alhos
2 cenouras
1/2 couve coração
+/- 800gr de batata cozida
200gr de bacon natural aos cubos
queijo ralado (emental ou mozarela)
Béchamel
600 ml. de Leite
60 gr. de Farinha
40 gr. de Margarina
Sal
pimenta, noz-moscada e aneto qb
Preparação:
1. Coza as batatas cortadas às rodelas
2. Leve uma frigideira ao lume quando estiver quente salteie o bacon (não adicione gordura porque o bacon vai libertar a sua)
3. Adicione a cebola às rodelas e refogue ligeiramente, junte a cenoura e quando esta tiver reduzido adicione a couve cortada em juliana.
4. Escorra as batatas e prepare o Béchamel
5. Pincele com azeite uma travessa de ir ao forno, verta um pouco do molho no fundo, disponha uma camada de batatas, uma camada com os legumes seguidamente toda a pescada limpa de peles e espinhas.
6. Termine com uma camada de batatas e o restante molho, polvilhe com emental ralado e leve ao forno pré-aquecido até gratinar a gosto.

Bom apetite!
 

10 comentários:

  1. Olá
    Gostei da sugestão, é uma óptima ideia!

    Beijinhos,
    Marisa
    http://sweetmykitchen.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Quando trabalhava em londres, a cantina do College tinha um prato vegetariano que era um gratinado de batata e couve flor, super delícioso. E desde aí que utilizo muito os gratinados, não só para aproveitar sobras mas feitos propositadamente. E amanhã vamos ter um gratinado de batata, bacalhau e bróculos, que fica maravilhoso :)

    ResponderEliminar
  3. Eu gostei e muito ,receita anotada.
    O aspecto é uma delicia.
    boa semana
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Bela sugestão... também costumo ficar um bocado sem saber o que fazer com certas sobras, sendo que o peixe é o mais difícil de decidir! Na próxima já vou experimentar! Bjocas

    ResponderEliminar
  5. gostei sugestão... deve ter ficado delicioso... beijinho

    ResponderEliminar
  6. Eu adoro estes gratinados, com o bonus de serem de aproveitamentos :)
    O aspecto é excelente!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Mana adoro, expérimenta tambem com bacalha, em França é um dos pratos tipicos "La brandade de morue" eu so uma gulosa por isso.
    Beijinhos e continua a deliciar-nos com estas paparocas.

    ResponderEliminar
  8. Obrigada pelos vossos comentários.
    Sim ficou optimo so faltava um pouco mais de bechamel para ser perfeito, da próxima vez vai ser ainda melhor!

    ResponderEliminar

Obrigada pela vossa visita!